Menu

DUM-Dum!!!!!!! A chegada dos Santonautas

17 DEZ 2018
17 de Dezembro de 2018

Após embate com a máfia hippie por questões de ego e santidade charmosa, porém falsa, da qual resultou giro completo de joelho, deixamos os cintos de chuva com os deuses da chuva e partimos pra que as navalhas angélicas não nos cortassem os cabelos untados com cachacinha de mel e gordura vegetal comprada em shopping (também conhecida como margarina).

Quantos homens que se creem santos, são necessários para que os corvos se tornem apelidos de genitália masculina? Como são validados os espasmos em campeonatos de bênçãos esotéricas? Profetas de palavras cruzadas recebem seu obsessor em danças de salão vitorianas em exibição sexual de suas glândulas sudarias para William Gibson bancar Andy Warhol e anotar em seu diário cada passo espetacular. Sondas vindas do sol nos saúdam sugando nossa saúde. Ao sair de suas cápsulas ovais uterinas, os santonautas observam: postes caídos, árvores de galhos secos retorcidos como os lábios da última paixão, o hotel onde um deles, o de nome barroco, fez um pacto demoníaco com Stela sua, então, noiva. A terra queimada onde o outro santonauta, o de nome gálico, viu Ruth, seu amor platônico, ter seu primeiro contato com AINE, a deusa solar irlandesa. Isso foi antes do tempo dos tempos.

Os santonautas vêm até nós. Eles têm fome e se alimentam de tristezas. Nós oferecemos pra que fiquem em nossa casa, e nos abraçamos com vergonha de estarmos bem.


Artes por Rafael Carlos

Voltar

Confira as nossas redes sociais

Tenha também o seu site. É grátis!