Menu

Banda Gente traz sonoridade afrorock para o clipe colaborativo 'Infância'

18 SET 2018
18 de Setembro de 2018

Refletindo a pluralidade musical e social do Brasil em sua trajetória, a Banda Gente acaba de lançar o clipe da memorialista “Infância”. A faixa, que traduz com saudosismo o passado de quem cresceu na Baixada Fluminense, ganhou um clipe colaborativo filmado pelo público durante apresentações da banda no circuito Sesc, no primeiro semestre deste ano.


Da mescla do samba, funk e baião ao rock n’ roll, surge uma sonoridade orgulhosamente miscigenada. A Banda, formada em 2011, soma um EP, um álbum e uma história única no rock carioca com o seu afrorock misturado com o que denominam Música Preta Brasileira. Essas influências podem ser notadas na faixa apresentada no vídeo.

“Infância reflete essa nostalgia gostosa deixada pelas vivências e desnuda um pouco de nós. A música foi construída a partir de nossas memórias pessoais e de pessoas simples e comuns das periferias do Estado, apresentando um clima mais romântico nesse disco cheio de tensões”, conta Iolly Amancio, vocalista da banda, que compôs a faixa com o guitarrista Wallace Cruz.

Além deles, formam o grupo Nico Souza (guitarra), Clara Santos (bateria), Jonathan Panta (baixo) e Adonis Lima (percussão). A Banda Gente vem lapidando sua musicalidade desde a gênese do projeto. Em 2015 , o EP “O Rock Está no Ar” apresentou ao público o som sem amarras, cujas primeiras canções apostavam numa combinação grooveada de baixo, guitarras e bateria e buscavam inspiração no rock brasileiro dos anos 80. No ano seguinte, a Banda Gente passou a integrar o coletivo de músicos #BXDnuncaserende, dando visibilidade à Baixada Fluminense.

Em parceria com o ONU, lançaram o projeto piloto Música para Avançar no Desenvolvimento Sustentável. Os resultados foram uma coletânea em que a canção “Rede” representa o objetivo 16 - Paz, Justiça e Instituições Eficazes - nas metas das Nações Unidas para transformar o mundo; e um documentário, batizado com o nome do coletivo. O filme foi exibido na China, Bulgária e em Nova Iorque, durante o Chelsea Film Festival e na Sede das Nações Unidas, onde Iolly Amancio esteve presente representando os artistas da Baixada.

Coroando toda essa trajetória de valorização de suas raízes, em outubro de 2017, a banda de Mesquita lançou o seu primeiro álbum completo, “#SomostodosSilvas”, viabilizado pelo edital Territórios Culturais Favela Criativa, da Secretaria de Estado de Cultura e onde está a faixa “Infância”. O disco faz uma homenagem ao sobrenome mais popular do Brasil e carrega o orgulho da negritude, a luta que se enfrenta no dia-a-dia e a anti-banalização da violência contínua.

Atualmente a banda está em turnê com o álbum por periferias e comunidades do Grande Rio e Baixada Fluminense, levando uma imagem da valorização pessoal através da arte.




Por: Nathália Pandeló Corrêa
Foto de postagem: divulgação
Foto P/B: Leo Jesus


Voltar

Confira as nossas redes sociais

Tenha também o seu site. É grátis!