Menu

Thiago Ramil lança 'EmFrente'

08 AGO 2018
08 de Agosto de 2018

Thiago Ramil produziu o próprio disco juntamente com Guilherme Ceron, que também tocou baixo durante as gravações. EmFrente traz canções feitas em conjunto com um grupo de amigos e parceiros criativos que vêm compondo juntos há mais tempo. Os compositores foram Alércio PJ (Musa Híbrida), Poty Burch, Alexandre Kumpinski e Felipe Zancanaro (ambos da Apanhador Só) e Diogo Maestri. Nesse sentido, Thiago afirma que “uma coisa massa que o Em Frente traz é o diálogo com outros artistas da minha geração, tornando o álbum mais abrangente do que o meu universo como compositor”.

O nome dúbio de EmFrente faz alusão ao enfrentamento e a construção de frentes para lidar com temáticas e situações diversas. Thiago propõe reflexões acerca de assuntos relacionados a questões sociais, embates pessoais e até mesmo processos internos e sobre como todos esses atritos se apresentam e se desenvolvem cotidianamente. A maioria das músicas do álbum foram compostas nos últimos dois anos, com exceção de algumas mais antigas que foram revisitadas. É notável o caminho escolhido por Thiago na composição das letras, explorando os jogos de palavras como recurso de linguagem.
“Penso que este álbum é um encontro entre as minhas experiências a partir da atuação como psicólogo em um abrigo municipal e também pelas vivências como artista independente sobrevivendo na atual conjuntura política e social do país. Desse encontro, nasce uma narrativa mais concreta, bruta, urbana, visceral”, afirma o músico sobre o processo de produção do trabalho.

EmFrente foi gravado durante o verão de 2018 pelo engenheiro de som Wagner Lagemann no Estúdio da Pedra Redonda, em Porto Alegre, no antigo bairro Tristeza, coincidentemente, o mesmo lugar em que Thiago nasceu, acrescentando carga emotiva ao projeto. O disco tem participações especiais de Duda Brack, Paola Kirst, Apanhador Só, Fabricio Gambogi, Gutcha Ramil e Andressa Ferreira.
“O EmFrente explora distâncias e por isso tanto se arrisca no peso quanto se embala na leveza. E nesse contrapeso vai tornando palatável aquilo que por vezes é difícil de digerir”, finaliza Thiago. Para que o álbum fosse possível, Thiago fez um financiamento coletivo, aproveitando esse tipo de plataforma para estabelecer uma relação ainda mais direta com seu público. O músico diz que “essa é uma forma muito sincera de viabilizar o trabalho”.


Por Escápula Records
Foto de postagem: facebook Thiago Ramil


Voltar
Tenha também o seu site. É grátis!