Menu

Trio Desgraça, de Vitor Brauer lança novo disco

02 MAR 2018
02 de Março de 2018

Desgraça é um power trio de funk com bateria, baixo e voz apenas, composto pelo mineiro Vitor Brauer (Lupe de Lupe e Xóõ) e os alagoanos Felipe Soares (Amandinho) e Rodolfo Lima (Ximbra e Baztian). Conhecidos por fazer uma música pesada mas sem barreiras estilísticas, o trio formado em 2017 já tem dois discos conceituais e uma turnê nacional em sua curta trajetória. O primeiro disco, "Ladrão", considerado uma mistura de black metal, hip hop e funk carioca, conta as aventuras de um assaltante maceioense. O segundo disco, o recém lançado "Madrugada", conta histórias de vários personagens da madrugada brasileira em festas, bares, boates e raves. Na sua turnê nacional a banda ainda foi certeza de apresentações explosivas e energéticas, com Vitor Brauer tocando uma bateria minimalista e tribal, Felipe Soares com um baixo estourando em dois amplificadores e o vocalista Rodolfo Lima que é uma apresentação à parte e é considerado um dos melhores showmans do Brasil.

Sobre o disco:


"Madrugada" é um disco conceitual de dance music da banda Desgraça. Como em seu primeiro disco, "Ladrão", o power trio usa a música como plataforma para contar histórias sobre o submundo brasileiro, dessa vez sobre a vida noturna de homens e mulheres em bares, boates e raves. Da meia-noite, com o funk do carro tunado de um playboy suburbano, até o amanhecer, com o uk bass do drogado ou drogada na rave que sonha em fugir do seu lugar, os rapazes da Desgraça apresentam um disco tenso e dançante que abre os horizontes da banda e conta histórias pesadas, sexuais, felizes, tristes e viscerais sobre a noite brasileira e sobre cada um de nós que já sentiu alguma coisa durante a madrugada.


Voltar
Tenha você também a sua rádio