Menu
Disponível no Google Play

Lançamento: Escambo, de Edu Meirelles, em todas as plataformas digitais

19 SET 2017
19 de Setembro de 2017

Um dos principais instrumentistas gaúchos, o baixista Edu Meirelles, lança seu primeiro trabalho solo no dia 22 de setembro, sexta-feira. Com forte inspiração nas trilhas sonoras de filmes Blaxploitation, o álbum “Escambo” traz 11 composições de Edu acompanhado por um time de músicos que poderiam formar um verdadeiro RS All Stars da música do estado. O trabalho será lançado pela Loop Discos que, para a campanha de divulgação, está coletando caixinhas de CDs usadas para devolvê-las para o público com uma cópia do novo trabalho de Edu.

Foto da capa: Caio Guedes

Escambo por Lúcio Brancato:

Um bom disco de música instrumental é aquele que consegue traduzir paisagens em sons. E quando vai além pode ainda trazer sensações que te colocam dentro destas paisagens sonoras como protagonista ou acompanhante num passeio por caminhos propostos pelos músicos. O Edu Meirelles apresenta no disco Escambo um apanhado de caminhos para os ouvintes percorrerem. Pela janela de um Cadillac passam os prédios de tijolos a vista do Harlem. Terrenos baldios do Bronx. Um céu nublado de Detroit. Velhas casas de madeira de Memphis. Sacadas ornamentadas de New Orleans. Com um possante Maverick V8 chegamos nas esquinas de São Paulo num dia de chuva. Passamos por uma neblina nas frias madrugadas de Porto Alegre para enfim estacionarmos nos arcos da Lapa. Sim, você poderá passear por todos estes lugares ou encontrar novos enquadramentos neste filme aberto que é o álbum Escambo. A referência em trilhas de filmes Blaxploitation dos anos 70 é clara durante todo o disco, mas não pense que isso pode soar datado. Os arranjos apresentados agregam novos elementos ao delicioso groove do estilo. O balanço não se limita aos grandes mestres da música negra norte americana. Carrega junto nesta bagagem o swing brasileiro e todo seu amplo movimento de ritmos e cores. O que torna este disco uma obra contemporânea é a precisão de Edu Meirelles em saber dosar suas referências trazendo novos olhares cercado por uma excelente mistura de grandes músicos que ajudam a contar cada episódio de um filme infinito. O escambo esta em suas mãos e imaginação. Permita esta troca musical. Seja fazendo parte de uma paisagem, ou apenas abrindo as janelas para vislumbrar novos quadros.

Para saber mais sobre o trabalho do Edu clique aqui.

Por Edson Kah via Aline Stoffel
Voltar
Tenha você também a sua rádio