Menu
Disponível no Google Play

"Zero à Esquerda" é atração no Treze - O palco da cultura 

11 MAI 2017
11 de Maio de 2017

"Zero à Esquerda" é uma livre adaptação do romance Jakob Von Gunten - Um Diário do escritor suíço Robert Walser. O romance, publicado em 1909, traz a trajetória do jovem Jakob no Instituto Benjamenta, local dedicado a ensinar a obediência e a servidão. Trata-se de um local onde os alunos, sem honra nenhuma, dedicam-se a se tornar um zero à esquerda bem redondo e encantador. Centrado no ideal de que a boa conduta é um jardim em flor os alunos devem labutar sem questionar em busca de uma boa formação, decorrente, obviamente, da obediência às regras e às autoridades daquele lugar, ainda que não haja professores e se aprenda coisa alguma. A primeira e principal regra é obedecer sem questionar! As bocas bem fechadas e as mãos invisíveis durante as aulas, as orelhas são somente divertidas e os olhos... os alunos não deveriam ter olhos. Muito melhor que pensar é submeter-se. E pensar é resistir, o que é muito desagradável e desagregador. Parece até ficção demais! Contudo, Zero à Esquerda, pelo desejo e empenho dos alunos, é espetáculo que tensiona camadas da realidade e da ficção. Talvez, porque Jakob não seja tão distante de nós como parece. 

Foto:Dartanhan Baldez Figueiredo

Serviços:

APRESENTAÇÃO 1.

O quê: ZERO À ESQUERDA
Onde: Theatro Treze de Maio
Quando: 16 de maio de 2017.
Que horas: 20 horas
Promoção: Projeto "Treze - o palco da cultura"

APRESENTAÇÃO 2.

O quê: ZERO À ESQUERDA
Onde: Espaço cultural Victório Faccin
Quando: 03 de junho de 2017.
Que horas: 20 horas e 30 minutos
Promoção: Projeto "Em Cartaz

Ficha Técnica:

Direção:
Ina Neckel e Miriam Benigna

Elenco:
Aline Lauermann
Cândice Lorenzoni
Échelen  Vaz
Fernanda Abegg
Laédio Martins
Maria Jade Sanches
Natália Dolwitsch
Raquel Zepka
Régis D'Ávila

Iluminação:
Thiago Brenner

Figurino e cenografia:
Raul Dotto

Programação visual:
Andreas Ross


Voltar
Tenha você também a sua rádio