Menu

Hugo Noguchi lança clipe filmado no Japão

09 AGO 2019
09 de Agosto de 2019

Assinando apenas como hugo, o baixista, compositor e produtor musical Hugo Noguchi interpreta o mundo ao seu redor com um viés único em seu projeto solo. Trazendo à tona a sensação de não-pertencimento, ele lança o single “Não sou Daqui” pelo seu selo Diáspora. Com produção musical completa do próprio, a faixa está disponível com um clipe, filmado no Japão por ele e por seu pai, Hitoshi Noguchi, e editado por Vita Parente, e também para streaming nas principais plataformas de música.


Conhecido por bandas como Ventre, Posada e o Clã e SLVDR, hugo faz um trabalho bem diferente desses grupos em seu projeto solo. Deixando o rock um pouco de lado, ele usa baterias eletrônicas e acústicas, sintetizadores, samplers, noises, loops, canções, textos, vídeos e um deslocamento do papel do baixo elétrico para moldar obras que exploram conflitos, perspectivas e afetos a partir da vivência de um asiático-brasileiro no início do século XXI. A faixa tem como letra um poema da artista plástica, desenhista, quadrinista e tatuadora paulistana Patricia Baik.

“Li esse texto numa zine que ela publicou com o mesmo nome e fiquei super impactado, como muitas pessoas brasileiras de descendência asiática que conheço. É uma síntese precisa e crua desse sentimento de alienação  que nos molda e define. Crescemos ouvindo que não somos daqui, e quando vamos ‘à nossa terra’, onde ocasionalmente nos mandam, também percebemos que não somos de lá”, conta.


Pensando em levantar esse diálogo, hugo começou um selo chamado Diáspora, que pretende dar visibilidade para que artistas racializados se insiram de modo profissional no meio musical, buscando descendentes das diásporas africana e asiática, bem como das internas brasileiras.

“O selo veio da percepção de uma dificuldade de pessoas racializadas se inserirem em determinados meios musicais no Rio, seja do ‘rock’, da ‘canção brasileira’ ou do ‘experimentalismo’, ao criar músicas que não correspondem a expectativas ligadas a certos estereótipos raciais e, por consequência, da falta de uma visão de mundo que não fosse branco-centrada nesses meios e em suas músicas”, conta.

“Não Sou Daqui” já está disponível como clipe no YouTube e como single nas principais plataformas de streaming de música.


Por Nathália Pandeló Corrêa
Foto: divulgação

Voltar

Confira as nossas redes sociais

Tenha também o seu site. É grátis!