Menu

Em clipe de estreia, Tôrta fala de otimismo e ansiedade

09 OUT 2019
09 de Outubro de 2019

Tem dias que nada sai do jeito como planejamos. No caso de Tôrta, projeto solo de May Manão, uma série de desencontros e suas consequentes crises de ansiedade foram inspiração para a criação do single de estreia. “Ai, Esse Dia”. Uma música dançante e etérea que combina com a poderosa voz de May, como um mantra que esclarece: tudo vai passar. A faixa é a primeira de três, que preparam os ouvidos para o lançamento do EP, ainda sem nome, com previsão de lançamento para o primeiro semestre de 2020.


May conta que a faixa surgiu em meio a um momento de ansiedade, enquanto estava aflita, com dificuldade para compor:

“Tudo que eu escrevi não estava bom o suficiente (risos). Então resolvi falar sobre as sensações destes dias, em que parece que o mundo vai acabar, as coisas não funcionam como você planeja, com um monte de ideias, mas sem conseguir focar em nada. E então tudo resulta num grande branco, que me inspirou a ideia para o clipe. O vídeo tem uma construção baseada no ciclo que percebi nas minhas crises, e leva uma mensagem, até otimista, de que tudo se dissipa”, define May.


Com o lançamento deste single, May se apresenta solo para o cenário da música independente, após participar como guitarrista da banda Senoma e Crime Caqui, onde toca atualmente. Suas influências musicais são mulheres produtoras e compositoras, tais como Björk, Austra, Grimes e Caterina Barbieri. Com este background, o Tôrta surge como uma forma de chegar em mais pessoas, criar conexões por meio da arte:

“Este é mais um dispositivo que se introduz como uma forma de nos resguardarmos de tudo que vem acontecendo e nos acometendo, seja no cenário político, ou com a nossa saúde mental. Precisamos falar sobre essas coisas, e a música é um meio de mediar esse diálogo”,
finaliza May.

A ficha técnica do clipe de “Ai, Esse Dia”, conta com direção, concepção e montagem, de May Manão; Direção de arte e figurino, de Samyra Oliveira; E ainda, direção de fotografia e cor, de Renata Pegorer; Still e produção, de MF; E maquiagem por Gabs Rocha e Ana Malaxoski. A música tem composição, produção, synths e voz de Tôrta, com mixagem e masterização de Coimbra.

Assista “Ai, Esse Dia”:

Por Julia Ourique
Fotos: divulgação

Voltar

Confira as nossas redes sociais

Tenha também o seu site. É grátis!